O Dilema Do Onivoro

18/09/2016 22:49

O autor americano fez uma espécie de genealogia da comida ao percorrer, em marcha a ré, a trajetória do alimento da mesa até sua origem mais remota. Muito além do jornalismo, dá absolutamente todas as explicações a respeito de cada ingrediente consumido diariamente.

Ao contrário dos que tentam esquecer os abusos da indústria alimentícia, Michael Pollan leu o rótulo e viajou até o pedaço de terra onde cada substância foi plantada. Percebeu que identificar o desenvolvimento, a manipulação e a industrialização das comidas processadas exige talento de um detetive ecológico, munido de coragem e destreza. No início dessa investigação retrospectiva da cadeia alimentar, o autor descobriu a onipresença do milho, que alimenta não só a galinha como o cordeiro e o salmão!

Obra da superprodução dessas calorias baratas conquistada pela agricultura americana. Seja nos refrigerantes, no creme para o café, na fruta em lata ou nas misturas para bolos, o grão é superestimado pela indústria, apesar de seus conhecidos danos à saúde.

Por isso Pollan visitou campos cultivados, pilotou tratores em milharais e fez perguntas capciosas aos produtores, obrigados a tornar cada processo transparente e acessível ao leigo. O jornalista devassou o processamento da comida em todos os seus aspectos, até o das propostas aparentemente mais saudáveis.

Quando descobriu as fazendas "orgânicas industriais", surpreendeu-se com a contradição da proposta: numa grande cadeia de lojas de produtos orgânicos, o rótulo do frango "Rosie" afirmava ser "criado em liberdade". Ao seguir seus traços até o abrigo em que vivia, verificou que, a não ser pelo certificado orgânico de sua ração, também era mantido em cárceres como os das galinhas confinadas em granjas industriais. Michael Pollan visitou matadouros e delatou a brutalidade com que os animais são abatidos nos Estados Unidos, segundo ele, sem precedentes em todo o mundo.

A certa altura, foi à caça de um porco para se conscientizar da agonia do bicho, estripando-o e o preparando para um jantar feito apenas com ingredientes que ele próprio coletou. Trata-se de um impressionante e detalhado tratado sobre alimentação que, pela competência e incansável pesquisa do autor, foi incluído nas listas dos melhores livros do ano das principais publicações americanas.

Saiba mais, CLIQUE AQUI


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!