O Vampiro De Curitiba

27/09/2016 21:43

Vampiro de Curitiba é um livro de contos escrito por Dalton Trevisan e publicado em 1965 .

O livro é a reunião de 15 contos que apresentam somente um fio condutor quanto aos aspectos temáticos, personagem, linguagem e estilo.

“Cada conto ou episódio é pungente na ironia, indiscreto nos detalhes psicológicos, perverso na imagística. Nelsinho triunfa como símbolo do desespero universal”.

No contexto das histórias de Dalton Trevisan, ser mulher no Brasil é morar no inferno. Sedutora ou vítima são os únicos papéis a ela reservados. Se encontra prazer no sexo, ou ela é pecaminosa ou foi pelo homem arrastada a senti-lo, apesar de si mesma.

Os homens brasileiros – encarnados em Nelsinho, o “vampiro” curitibano – não são melhores: odeiam e adoram a mulher, assim condenados a persegui-­la sem descanso. É um mundo sórdido, sem solidariedade e sem esperança. A ironia começa com o diminutivo do nome da personagem.

 

Sumário


O vampiro de Curitiba 
Incidente na loja 
Encontro com Elisa
Contos dos bosques de Curitiba 
Último aviso
Visita à professora
Na pontinha da orelha 
Eterna saudade
Arara bêbada
O herói perdido 
Chapeuzinho vermelho 
Debaixo da Ponte Preta 
Menino caçando passarinho 
As uvas
A noite da paixão

SAIBA MAIS, CLIQUE AQUI


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!